People Analytics – A terceira palavra mais carimbada de 2019 pelo setor de Gente e Gestão

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Esse termo foi usado de maneira errônea várias vezes esse ano. People Analytics não é uma plataforma, muito menos um software! É uma metodologia em que a forma de coletar, reunir, organizar dados é aplicado para toda área de Recursos Humanos. Usando a metodologia por meio de inteligência artificial que o People Analytics deixa acessível os dados para dar precisão ao setor de Gente e Gestão.

As informações mudaram para o setor de RH?

A quantidade de informações circulando no mundo dobra a cada 1 ano e 2 meses. A velocidade e a forma de lidar com o conhecimento ganharam agilidade. Dessa forma, de maneira idêntica o cenário dos negócios foi redesenhado (o Recursos Humanos não ficou de fora).

O principal objetivo de inserir a metodologia do People Analytics é oferecer mais dados e precisão para as tomadas de decisão. Além de promover cruzamentos de informações para ampliar o sucesso para uma contratação até para o desenvolvimento de carreiras. 

O que a precisão e otimização de dados no mundo do trabalho?

Os processos manuais, como tabelas de Excel estão sendo substituídos gradativamente por softwares e ferramentas de Gente e Gestão Digital. Todas essas mudanças começaram a mudar a forma de contratar, reter e desenvolver profissionais.

Processos rotineiros do setor de RH estão passando a ter estratégias embasadas em dados. As possibilidades de identificar problemas, desafios e encontrar soluções para os mesmos ganha precisão de quase 91%  que impactam nos resultados do negócio como um todo:  baixa produtividade, pouco engajamento, insatisfação, alto índice de rotatividade, presenteísmo, entre outros.

Então porque People Analytics é a terceira palavra “carimbada do RH” de 2019?

Porque foi usada fora do seu contexto, as vezes como uma plataforma, em outros momentos fazendo analogia com um banco de dados, enfim desconectada do seu real significado.

Sendo assim, People Analytics é usado para entender o contexto do colaborador e, também, para que suas habilidades e performance sejam otimizadas dentro da cultura da empresa. E antes de mais nada, deve estar alinhado ao planejamento estratégico.

Caso queira saber mais  tecnicamente  sobre  People Analytics, preparamos  um e-book desenhando todo cenário e  sua aplicação, clique aqui e saiba tudo da metodologia que transformou todo RH.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe seu comentário