Mas afinal, o que é um Recrutamento Inteligente?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

É chegada a hora: inove seu processo de recrutamento e seleção.

Você já ouviu falar em recrutamento inteligente? Já pensou em usar novas ferramentas para melhorar o processo de recrutamento e seleção em sua empresa? Vejamos como resolver essas questões. 

O processo de recrutamento e seleção está em constante evolução graças às melhorias nas áreas de tecnologia, maturidade das empresas e a forma como as pessoas estão buscando oportunidades de trabalho.  

Com a revolução tecnológica que estamos vivendo e o digital sendo usado cada vez mais permite que as equipes de RH identifiquem os melhores talentos entre todos os candidatos e não tenham que fazer tarefas repetitivas e lentas em todos os seus processos. 

As novas plataformas tecnológicas estão garantindo a centralidade dos dados de todos os processos e garantindo as melhores decisões de contratação.  

Apesar de parecer simples, por muito tempo o RH perdeu dados dos seus processos e se confundiu entre precisão e intuição. Agora, vivemos a mudança e temos uma nova oportunidade de assumir o controle de todas estas informações e interpretá-las unindo psicologia organizacional e ciência de dados. 

Como começar? 

Antes de tudo, uma gama de características personalizadas de cada processo de Recrutamento e Seleção devem ser levadas em consideração. Além de garantir um fit entre as habilidades do talento e as necessidades da empresa e ter ganho de tempo e produtividade a partir de sistemas para acesso online.  

Temos recursos em nossas mãos, como conhecimento técnico e tecnologias digitais para fazermos um recrutamento inteligente!  

Inovação x Eficiência 

A inovação ajuda sim no processo, mas ela deve ser aplicada com certa cautela. Atualmente, a equipe de RH dispõe de ferramentas novas e aprimoradas para melhorar o processo de recrutamento, embora muitas vezes não estejam prontos para adotá-las. 

Novas técnicas de contratação, encontrar um equilíbrio entre conveniência, falta de experiência e eficácia muitas vezes os impede de tomar a melhor decisão no processo. Técnicas ineficientes de contratação podem eliminar os principais candidatos. Estima-se que até 60% dos candidatos em potencial desistem do processo no momento da inscrição. Esta situação já revela que a maioria deles são digitais e os processos precisam acompanhar essa tendência.  

Alcançar a maioria é necessariamente alcançar os melhores? 

Durante os anos a forma de se comunicar com o candidato mudou, mas essa comunicação sempre foi uma parte vital do processo de recrutamento. O uso massivo das mídias sociais agora oferece aos recrutadores uma fonte de recrutamento ainda maior.  

No entanto, um dos maiores problemas com o conceito de alcance amplo é que a empresa pode perder o controle do perfil da seleção. Uma mensagem inconsistente e pouco detalhada pode confundir os candidatos e afetar a qualidade do seu grupo de seleção.  

Mesmo com uma conscientização do propósito de um trabalho, você pode ter desalinhamento nas ferramentas de descrição e seleção do trabalho usadas para recrutar e selecionar. Estar claro com as metas e objetivos da sua empresa pode aliviar essas questões mais complexas.  

E como falamos em mídias sociais, os empregadores relatam que essa é uma maneira eficaz de atrair e impactar pessoas que não estão procurando ativamente por um novo cargo. Pesquisas apontam que mais de três quartos (84%) das empresas estão recrutando através das mídias sociais. Então, além de um recrutamento inteligente, a presença da sua marca também importa. 

Pensando no futuro da organização 

Com opções para os candidatos de melhor desempenho, os empregadores estão muito empolgados sobre como irão construir os futuros pilares da organização. A crescente taxa de rotatividade de funcionários está causando aos recrutadores um momento difícil com a implementação de práticas para aumentar o engajamento dos funcionários e fazê-los permanecer por muito tempo na organização. 

Por isso, mais de 52% das pessoas de RH têm uma séria preocupação em construir líderes organizacionais da próxima geração. Durante qualquer entrevista de emprego, o trabalho de um candidato é se vender para os recrutadores.  

Da mesma forma, o papel do recrutador também envolve vender a empresa, ou aquele cargo e aquela equipe para o candidato. Todas as organizações estão se esforçando para trazer os melhores talentos e se tornarem a escolha preferida entre as opções disponíveis.  

A cultura corporativa tornou-se um dos fatores decisivos ultimamente. Elevar as demandas do mercado faz com que as empresas trabalhem mais para crescer, expandir e sustentar dentro dos cenários voláteis do mercado. Isso afeta diretamente o RH e obriga o setor cada vez mais aplicar um recrutamento inteligente e eficiente, como falávamos no início do artigo.  

Compartilhe nas redes sociais

Deixe seu comentário