Etapas para uma Avaliação de Desempenho bem-sucedida!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Precisa avaliar seus colaboradores? Aprenda a fazer uma avaliação de desempenho da melhor forma possível. 

 

Uma necessidade comum entre os gestores, independente da área de atuação, é a de avaliar seus colaboradores. A Avaliação de Desempenho é a ferramenta chave de toda organização para poder metrificar a performance de forma neutra e objetiva, a fim de permitir as melhores tomadas de decisões. Normalmente, ela é a etapa final da Gestão de Desempenho. 

É importante saber como aplicá-la de maneira correta para garantir que os indicadores estabelecidos te levem às melhores estratégias. Você deve conhecer cada etapa e entender como essa ferramenta pode revolucionar como você elabora suas estratégias de gestão do seu capital humano. 

Resumidamente, a Avaliação de Desempenho é composta de dois elementos: a Avaliação de Comportamentos (soft skills) de Resultados. Assim, ao alinhar esses aspectos conseguimos ter uma visão ampla do colaborador e consequentemente ajudar os gestores a identificar um desempenho satisfatório.  

Dito isso, não basta verificar se o talento atingiu ou não as metas estabelecidas. É necessário analisar sua atuação, a qualidade das entregas e quais as circunstâncias e desafios enfrentados. Por isso, estudaremos os aspectos da avaliação e como a aplicar da melhor maneira. 

Estabelecer os critérios de avaliação 

Para iniciar, é necessário estabelecer quais serão os critérios que deverão ser avaliados. É possível trabalhar com diversos fatores, como o comportamento no ambiente de trabalho, os valores e as habilidades técnicas. Cada item possui um determinado contexto de uso, que varia conforme a função, o setor e a situação. Vale lembrar que cada avaliação tem sua relevância de acordo com um contexto adequado de aplicação. 

Para obter sucesso nessa etapa, você deve estudar profundamente as condições de trabalho de cada talento e as suas competências softs e hard skills. Afinal, de nada adianta elaborar um programa de avaliação de desempenho sensacional se ele não se aplica diretamente à realidade do colaborador. 

Elaborar um questionário de Avaliação de Desempenho 

Existem várias maneiras de estruturar um questionário para avaliar os seus colaboradores. Todavia, o mais importante é garantir que ele seja objetivo e forneça informações ricas. 

O processo se inicia com o Desenho do Modelo de Competências Estratégicas que será desdobrado em comportamentos por nível estratégico, tático e operacional. É bom lembrar que uma boa avaliação é sempre bilateral, isto é, é importante escutar o que o colaborador tem a dizer sobre si mesmo. 

A Escala de Avaliação 

Para cada tipo de questionário, é importante escolher uma escala. Tradicionalmente, há dois tipos: as absolutas e as rotativas. As rotativas sempre trabalham com correlações, ou seja, quem avalia sempre avalia algo em relação a outro. Já as absolutas costumam ser completamente independente, logo, trata-se de uma avaliação sem comparações, normalmente são as de bom, médio ou ruim. 

E quais são as formas de avaliar os seus colaboradores? 

Existem incontáveis formas de conduzir uma Avaliação de Desempenho. Hoje temos como objetivo apresentar uma visão mais geral da avaliação de desempenho e por isso vamos ver algumas das mais famosas e conceituadas. 

  1. A Avaliação 180º: É o tipo mais usual e consiste no gestor avaliar os seus liderados e os liderados se auto avaliarem. 
  1. A Avaliação 360º: Semelhantemente à anterior quanto ao formato, essa avaliação acrescenta diferentes agentes à equação. Agora, são pessoas diferentes que avaliam o colaborador, podendo ser o gestor, o par, o diretor, o liderado, o cliente, o fornecedor interno ou até outro colaborador. Para dar mais clareza e confiabilidade, é possível que o avaliado faça uma autoavaliação e expresse a sua opinião também. 
  1. Avaliação de Comportamento e de Indicadores: É possível avaliar um colaborador tanto pelo seu comportamento quanto pelos seus indicadores. De um lado, o gestor consegue metrificar a qualidade do trabalho de um subordinado. Seja por meio do índice de satisfação do cliente, do número de metas batidas e até dos custos que ele gera. Do outro lado, o talento da empresa também pode ser avaliado segundo o seu comportamento no modelo de avaliação por competências. 

O feedback 

Uma vez que sua avaliação foi concluída, você deve prosseguir para a etapa do feedback. É importante ter muita cautela, pois um trabalho incrível pode ser atrapalhado por uma devolutiva conduzida de forma errada.  

Vale ter em mente que o objetivo é apresentar ao seu colaborador quais são seus pontos positivos e os que são necessários desenvolver, instruindo-o sobre qual o melhor caminho a seguir. Sempre faça o possível para garantir que esse seja um momento de crescimento, e não de repreensão. Tanto você quanto seu talento devem ver o feedback como uma oportunidade de crescimento mútuo. 

Cuidados importantes durante a Avaliação de Desempenho 

Conduzir um processo de Avaliação de Desempenho não é um processo estratégico. Assim, não esqueça de sempre designar a melhor equipe para este projeto, permitindo que o resultado seja o mais rico e neutro possível. 

Tome cuidado também para não pender demais para um lado ou para o outro. Apresentar um feedback focando excessivamente tanto no lado negativo quanto no positivo não trará crescimento para nenhum profissional. Pense que seu colaborador deve sair da reunião sabendo como tem sido seu real desempenho sem distorções. 

Por fim, é imperativo ajudar o colaborador a encontrar o melhor caminho para crescimento pessoal. Esse tipo de líder faz toda diferença na vida das pessoas. Elabore estratégias para que pontos positivos sejam reforçados e que os negativos sejam desenvolvidos, reduzidos ou até mesmo eliminados. Pense em gerar entusiasmo e energia de mudança, esses sentimentos fazem as transformações mais efetivas acontecerem. 

A Avaliação de Desempenho pode trazer muitos benefícios! 

Na prática, esse tipo de avaliação pode ser bastante desafiador. Todavia, o importante é ter conhecimento de todo o processo e fazer o possível para aplicá-lo da melhor maneira possível. 

Coloque a sua melhor equipe de especialistas a postos para dar suporte nos processos de gestão da sua empresa. Elabore um plano de ação adequado à sua organização e mãos à obra. 

Compartilhe nas redes sociais

Deixe seu comentário